Telefone para Contato: (67) 3323-1700

Está difícil estudar matemática na pandemia?

21/10/2020

Alunos do Auxiliadora afirmam como se superaram em tempos de crise.
Vejam o que diz a jovem Mariana!
Olá, sou a Mariana, aluna do 2° ano do Ensino Médio.  Venho buscando todas as alternativas possíveis para ter conhecimento, com a matemática não é diferente, tanto que me empenho cada vez mais por saber do meu nível de dificuldade. Durante a pandemia pude acompanhar junto às aulas remotas inúmeros cursos online com intuito de melhorar meu desempenho, principalmente na resolução de exercícios, que é de suma importância no entendimento de qualquer assunto.
O meu estudo segue orientado por um cronograma, faço resumos referentes a cada conteúdo e sempre moldo meu domínio a partir da resolução de exercícios que meu próprio professor de matemática, Victor Miranda exige da turma, pois com todo o suporte do colégio, dedicação e organização estou colhendo novas conquistas e aprendizados a cada dia.
Olha só a experiência da Letícia
Olá! Meu nome é Letícia, sou do primeiro ano do Ensino Médio, estou há dois no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, tenho 15 anos e comecei uma nova rotina no estudo de matemática. Eu desenvolvi uma técnica porque não era muito boa em matemática. Essa técnica consiste em pegar o conteúdo antes do professor e estudá-lo através de uma vídeo aula sobre o assunto, além alguns exercícios fáceis. Por causa da pandemia o ensino para mim tornou-se difícil, no entanto com essa técnica eu consegui alinhar mais os estudos, tornando a matemática para mim uma das matérias mais gostosas de acompanhar. O ambiente ajuda bastante, em casa, um ambiente claro, bastante água e uma noite de sono longa. A claridade ajuda a ficar desperta na aula, a água além de hidratar, espanta o sono.
Das aulas on-line, passando por aplicativo e pesquisa na internet, leiam o programa da Thayna!
Meu nome é Thayná, sou aluna do 3° ano do Ensino Médio. O meu estudo de matemática não está muito diferente de antes. Durante o período da manhã eu fico atenta na teoria da aula e resolvo os exercícios propostos. Como temos a aula do Plus, aulas no período vespertino, nós resolvemos exercícios extras lá. Durante a tarde eu me foco em pesquisar exercícios do conteúdo que está sendo trabalhado (e/ou terminar as atividades do período matutino), mas não faço isso todos os dias. Eu tenho um aplicativo que divide as matérias que  estudo por dia e o tempo mínimo para cada uma delas é 15 minutos (podendo ser ultrapassado, mas nunca diminuído), pra não ficar cansativo. Eu procuro os exercícios pesquisando na internet (mas não tenho um site específico, apenas vou olhando os que aparecem) e utilizando o Revisional, material da Rede Salesiana. Estudo no meu quarto, como fazia antes da pandemia, e procuro dar prioridade aos assuntos que estão sendo trabalhados naquele momento pelo professor.

Galeria de Imagens

Topo